Área do Associado

O Brasil na liderança na receita do SVOD até 2024



Estudo da Digital TV Research revela que o país ficará com 40% do total regional, seguido do México, com outros outros 24%. Ambos totalizarão dois terços da receita de SVOD da região até 2024.

Recente estudo da Digital TV Research sobre OTT e previsões de vídeo na América Latina aponta o Brasil na liderança na receita do SVOD até 2024, com 40% do total regional, seguido do México, com outros outros 24%. Ambos totalizarão dois terços da receita de SVOD da região até 2024. 

Os analistas da Digital TV Research esperam que as subscrições latino-americanas de SVOD cheguem a US$ 51,10 milhões até 2024 na região; quase o dobro dos 27,12 milhões registrados no final de 2018. As seis plataformas regionais superiores representarão 85% dos subscritores SVOD pagos da região até ao final de 2024.

A Netflix continuará a ser a maior plataforma de SVOD a certa distância, com uma expectativa de 26,30 milhões de assinantes pagantes em 2024 - ou metade do total da região (abaixo da participação de dois terços em 2018).

“O relatório de TV OTT e Previsão de Vídeo da América Latina cobre apenas os serviços pagos. Várias operadoras de TV móvel e paga fornecem plataformas SVOD gratuitas e limitadas para seus principais assinantes pagantes. Este esforço paga a aceitação de SVOD.”, comenta Simon Murray, Analista Principal da Digital TV Research.

Os episódios de TV e filmes da OTT para 19 países da América Latina vão mais que dobrar, para US $ 8,25 bilhões em 2024; dos US $ 3,33 bilhões registrados em 2018. SVOD continuará sendo a maior fonte de receita de OTT da região; contribuindo com US $ 6 bilhões até 2024.