Área do Associado

OTT na sala de casa: 52% das residências dos EUA assistem a vídeos da Internet em uma TV conectada



Os consumidores assistiram 25,7 horas de vídeo por semana em 2018, abaixo das 29,5 horas por semana em 2016. O desafio para os fabricantes de dispositivos e produtores de conteúdo é encontrar o mix de produtos correto para maximizar o lucro e a utilidade.

Uma pesquisa da Parks Associates descobriu que a maioria (52%) dos lares de banda larga dos Estados Unidos está assistindo vídeo online em uma TV conectada. O estudo 360 View: Digital Media and Connected Consumers também revela que assistir TV ou filmes em casa é a atividade de lazer mais popular entre as famílias de banda larga naquele país: 55% dos entrevistados selecionando entre suas duas principais atividades favoritas de lazer. 

"Embora o número total de horas consumindo vídeos tenha diminuído, os consumidores estão assistindo a mais vídeos da Internet na maior tela disponível", comenta Billy Nayden, analista de pesquisa da Parks Associates. “O número de horas que os consumidores relatam assistir a vídeos em uma TV aumentou pela primeira vez desde 2014, com dispositivos conectados permitindo serviços de vídeo na Internet e transferindo os consumidores para longe do PC e da visualização móvel. À medida que a concorrência OTT se torna uma batalha pela sala de estar, o desafio para os fabricantes de dispositivos e produtores de conteúdo é encontrar o mix de produtos correto para maximizar o lucro e a utilidade.”

Outras descobertas da pesquisa:

- 19% dos consumidores assinam o Netflix, o Hulu ou o Amazon Prime Video e outro serviço OTT, em comparação com 13% em 2017;

- Os consumidores assistiram 25,7 horas de vídeo por semana em 2018, abaixo das 29,5 horas por semana em 2016;

- Transmissões locais / canais e programas são o tipo de programação mais apreciado.