Área do Associado

Nos EUA os consumidores passam 43% do tempo vendo conteúdo over-the-top



Pesquisa de Consumidor Digital da Accenture de 2018 também aponta o consumo é apenas 23% do orçamento mensal para o consumo de mídia

Recente pesquisa da Accenture descobriu que os consumidores dos Estados Unidos que assinam um pacote de TV paga e um serviço OTT gastam 43% do tempo total de visualização vendo OTT, em comparação com apenas 23% do orçamento mensal do seu consumo de mídia. 

O relatório contabiliza este número aos investimentos da indústria em conteúdo premium e que há uma abundância de audiências de programação de alta qualidade que podem ser escolhidas. No entanto, os serviços de OTT ainda precisam fornecer o nível de relevância que os consumidores desejam, o que representa ser o maior desafio para quem deseja atuar neste mercado. O desafio é reforçado de que 51% dos consumidores ainda acreditam que pagam por conteúdo que não lhes interessam. Ou seja, pagam pelo não querem ver.

Manter a relevância para se manter vivo no OTT: conhecer o cliente

Para os organizadores do estudo, a palavra-chave para a sobrevivência dos provedores de OTT é a personalização do conteúdo oferecido e que a segmentação precisa ser altamente precisa. A personalização faz com que os clientes se sintam considerados como clientes especiais e os leve a novas compra de conteúdo e serviços. No entanto, as ofertas massificadas (one-size-fits-all) - ou spam - terão o efeito oposto. Implementar com sucesso uma estratégia de upselling requer um profundo entendimento de seus clientes e a capacidade de inovar para fornecer produtos dinâmicos.

Esta é uma razão crítica pela qual as plataformas OTT precisam ser apoiadas por 1) recursos de dados e análises altamente desenvolvidos que coletam e analisam dados em toda a jornada do consumidor e 2) infraestruturas ágeis que podem transformar essas percepções em ações. Além da análise, essa abordagem centrada no cliente exige recursos como sistemas de pagamento e CRM que ajudam a facilitar o envolvimento e a monetização do cliente.

Para ver o estudo clique AQUI